12 de abr de 2010

pra mim.

Talvez seja aki nesse espaço, onde não me preocupo com quem, ou quantos estão lendo, que eu possa expressar as dores e alegrias da minha alma, talvez assim, escrevendo, eu alivie esse sentimento que nasce na alma, e transborda no peito. grandes são os meus acertos, as minhas qualidades, e o tamanho incondicional do meu afeto pelo ser humano, o ser...em sí. A minha insistente tentativa de acreditar que cada um é especial, e que se posso fazer alguém feliz, pq não?! Existem erros que não cometemos, e verdades que não conhecemos. Conclusões podemos tirar a qualquer momento, a que quisermos. Mas tudo seria diferente se ouvíssemos o que cada um tem a dizer, seria tão bom ouvir argumentos, saber entende-los, seria melhor ainda que as pessoas tivessem boas atitudes. Palavras não são pequenas, o significado e o jeito de dize-las é o principal. Já fui machucado, já persistí no erro, já insistí em perdoar o que não valia a pena, mas afinal, quem nunca errou pra aprender? Talvez não seja você que esteja sendo castigado, vc pode estar castigando.