28 de ago de 2009

Como se denomina a FELICIDADE?


Existe um medidor pra isso?


É assim que estou me sentindo comigo mesmo...FELIZ


Estou me dando muito bem em meu trabalho, e meus esforços foram muito bem aliviados, e a recompensa já veio. Muito bom saber que existem amigos que te amam do teu lado.


Estou em um momento de auto-conhecimento, e estou constatando que sou uma pessoa MARAVILHOSA! Posso parecer presunçoso, mas não, estou falando a realidade.


Me dei bem com todas as pessoas que conhecí nesses ultimos dias, e todos viram um grande potencial em mim. Domingo tem desfile em Botafogo. Será tudo de bom.


Falando dos dias corridos, eu não acreditei, que naquela festa, entre pró-secos e uisques, eu veria "ROSANA COMO UMA DEUSA" saindo do meio da fumaça...sauhsuahshaushaua, eu ria como uma criança...


Ai, as coisas estão tão leves, to vivendo tão gostoso pra mim, que não sei nem o que falar aqui, o que resumo é que estou muito feliz. E vou ficar muito mais, as coisas estão sendo levemente encaixadas em seus lugares.

bjus amigos.





Rosana 'Como uma Deusa" em Macaé...rs

20 de ago de 2009

Nossa, meu ultimo post deixou vcs em dúvida.
Melhor não falar nada sobre isso.

Eu sabia que os primeiros dias seriam bem difíceis, mas que tudo ficaria muito bem com o decorrer dos dias, comecei a trabalhar, estou muito feliz.
Falei que as coisas mudariam pra melhor?! Sentia isso claramente. E foi o que aconteceu. rs
Sexta feira dia de cerveja! Já vou pra loja com tudo pronto.
Beijos a todos, e falarei mais sobre tudo que vem caminhando pra que eu me torne o Rond de sempre. Já tô com o mesmo humor simpático de antes. A cabeça ocupada é um dos melhores remédios pra se viver bem.
Obrigado meu Deus, por me dar o que quero, na hora certa.

19 de ago de 2009

Ela chega pra que as horas passem rapidamente
Logo distorce imagens, confunde pensamentos. Provoca um esquecimento momentaneo.
Quando ela vai embora...
As imagens voltam, Pensamentos se refazem, e a lembrança permanece, sólida, incansável.

14 de ago de 2009

A virada

Não desistí de vencer! Pelo contrário, tenho mais forças agora. Se não aqui, quem sabe alí...ou lá!
Antes de qualquer batalha, vem a batalha do amor próprio, antes de viver pra outro, viva pra sí!
Estou pela primeira vez, adimitindo a mim mesmo, a minha busca por amor próprio. Sem preocupações em deixar quem está do meu lado feliz.
Estou juntando minhas pequenas forças, e catando meus pedaços, e partindo de volta.
Voltar na estrada é melhor que perder-se no caminho.
Mudanças estão sendo muito bem vindas, talvez eu passe por horas difíceis nestes próximos dias, mas nada que abale os meus sagrados 21 anos.
Sentimentos não são pra sempre.
Coração vai até o fim da vida.
Quem levará café na cama pra mim?!
Quem me fará carinho até que eu adormeça?!
Isso é tudo na vida?! Ou é apenas uma grande parte?!
Busquei muitas respostas por esses dias, e a mais importante de todas, eu encontrei.
Que tenho sim, por mais que não pareça, a capacidade de mudar!
Não reclamo de grande parte do que viví aqui. Mas deixo pra trás as lembranças que não estavam me fazendo bem. Uma sexta feira regada a cerveja vale mais que meu desejo de ter o coração curado?
Essa resposta eu sei de cor:
-Rio das Ostras, mãe, quarto, amigos...emprego com o papai!
AÍ VOU EU!




Nesse Post eu agradeço três pessoas, que com suas palavras, não imaginavam que me ajudariam:
Paulo Veras, pelo seu post: Algamatofilia.
Déia, pelo seu post: Mude, sem medo!
E meu grande amigo Athila, pela música Broken Angel.

12 de ago de 2009

O que se leva dessa vida?
O que se leva desta vida passageira?
O que se leva nesta vida passageira?
Como se aprende a viver?
Como tiramos lições do cotidiano?
Somos verdadeiramente quem deviamos ser?
O que aconteceria se seguíssemos um caminho diferente?
Como estaria se não houvesse lhe mostrado a cidade?
O que teria acontecido se não tivesse dito tantas palavras?
Por que não terminei as aulas de teclado, bateria, flauta, inglês e espanhol?
Por que não seguí no teatro?
Por que não terminei aqueles poemas?
Será que estou vivendo sem aprender?


Essas e muitas outras perguntas com apenas um mergulho...




(Foto tirada por mim, na Barra, Rj, Domingo, dia do mergulho)

5 de ago de 2009

Definitivamente, eu preciso fazer terapia, soltar minhas idéias fundamentalistas com alguém que entenda que simplicidade, é mais complicada na cabeça dos outros que na minha!
Tento de todas as maneiras possíveis colocar na cabeça dos outros que a vida é simples, que os relacionamentos são simples, e que as amizades mais ainda. Mas o mundo que hj está meio cinza, não consegue ver essa tão simples simplicidade, daí, complica!
Eu odeio essa palavra, "complicar", pra mim já é complicado até de falar, não que eu tenha a lingua presa ou algo do tipo (me lembrei de um amigo fanho, e dei graças a Deus por conseguir falar perfeitamente) mas tudo já anda tão nebuloso ultimamente...pra que buscar complicações?
Tem horas que sinto a imensa vontade de gritar, soltar meu berro aos sete ventos, mas isso me faria parecer maluco, e feriria o meu conceito sobre simplicidade.
Eu tento buscar respostas pra saber pq estou aqui...
Os caminhos para a simplicidade são muito diferentes, talvez os meus, não sejam nem de longe parecidos com os seus. O que se deseja ou não fazer...talvez eu esteja sendo egoísta por achar que meu conceito de simplicidade deve ser seguido, talvez o que eu ache complicado, pros outros pareça simples, e o que eu acho simples, pra outro pareça complicado.
Pronto, cheguei a conclusão, de que no fundo, somente nós podemos dizer o que é, na nossa perspectiva, uma vida simples...
E que eu tentando ser centrado e racional, disfarço o meu puro egoísmo!




4 de ago de 2009

Hein Gente HÚMM?!


Eu como todo bom efusivo me precipitei em algumas áreas da minha ultima postagem.
Hj to bem melhor, as coisas se ajeitaram, e hj estou com um ótimo humor.
Não, não vou mais trabalhar no Iguatemí, pelo ao menos por enqnto, agora aguardo pra ver aonde eu vou parar. E essa espera me deixa entediado!
o novo bordão da galera vem da katiuscia Canoro, ja falei dela aqui. Maravilhosa.
O "Hein gente HÚMMM?!" está em todas as partes, não demora muito jah vai ficar chato no Zorra, mas por enquanto ainda está engraçado.
Voltando a falar de trabalho e Rio de janeiro, ontem foi uma noite difícil, minha mãe me ligou, e ela como toda mãe, quer o filho por perto. Cheguei a dizer a ela que voltaria, pois não estava NADA bem. Mas depois da calma prevalecida, eu me recompus, e decidí ficar, não quero desistir. Tenho muito a estudar!
E em relação a meu coração, o que tenho a dizer, vem de uma musica da inescutável (existe?) Marisa Monte:
"Pois tudo que se sabe sobre o amor, é que ele gosta muito de mudar..."



3 de ago de 2009

Nas curvas da estrada.

A gente até tenta, insiste, mas quando vê que não está valendo a pena, a gente acorda.
Ao som de "Strip-tease", do Kid Abelha, eu vou me recompondo da manhã triste.
Tendo em vista o meu olhar em todos esses dias, em que eu me mudei de cidade, mudei conceitos e me tornei depois de um booom tempo um solteiro no Rio de Janeiro. Eu tenho que parar e pensar q as coisas não estão indo mal. Só o fato de ter que esperar pra sair o trabalho é que tá me incomodando muito, pq depois q isso acontecer, o resto é consequência.
Alguém aí sabe como esvaziar um coração? Queria de verdade essa receita. Mas eu estou mais racional. Quem sabe agora eu não aprenda como é ser só?! Afinal de contas, depois de 3 anos e meio, parei de verdade pra ficar comigo mesmo. Como será que vou me sair?! Eu sei que vai dar tudo certo.
Agora pouco eu lí uma frase dizendo que desgraça nunca vem desacompanhada...hehehe, achei engraçado isso, pro meu momento atual, só que o contrário, no lugar da desgraça eu coloco alguma boa palavra, só não conseguí encontra-la ainda.
Preciso mesmo é de uma volta! Uma andança vai me fazer bem. já to de banho tomado e roupa passada. Quem sabe nessa caminhada eu encontre a resposta pra todos os dilemas de minha vida? Tá, to sendo exagerado, mas o que quis dizer é que andando os pensamentos correm.
Passei pra Adriana Calcanhoto, cantando extraordinariamente Vidro Fume, do Ricky Valen. O Athila me mandou essa musica só pra calar a minha boca sobre a Adriana, pq falei algumas verdades sobre a falta de soberania dela. Mas a verdade tem que ser dita, essa e muitas outras musicas interpretadas por ela são lindas. Mas voooltando a Paula Toller, rs, vou ouvi-la cantando "As curvas da estrada de Santos", que tbm me foi enviada pelo Athila. Athila pra quem não sabe é "O Iluminado". Meu amigo confidente e blogueiro de Rio das Ostras, tem um link do lado da página direto pro blog dele. Tenho um post dedicado a ele, basta aguardar.
No mais é esse meu post de segunda feira, nada de muuuito interessante acontecendo.
o que tenho a dizer por fim, são as palavras de Edith Piaf:

A Criança: Ame
Ao jovem: Ame
Ao adulto: Ame
E dê conselhos a vc mesmo. Recomece do Zero.


obs: Athila, se sinta por estar entre a Adriana, a Paula e a Edith!