12 de abr de 2010

pra mim.

Talvez seja aki nesse espaço, onde não me preocupo com quem, ou quantos estão lendo, que eu possa expressar as dores e alegrias da minha alma, talvez assim, escrevendo, eu alivie esse sentimento que nasce na alma, e transborda no peito. grandes são os meus acertos, as minhas qualidades, e o tamanho incondicional do meu afeto pelo ser humano, o ser...em sí. A minha insistente tentativa de acreditar que cada um é especial, e que se posso fazer alguém feliz, pq não?! Existem erros que não cometemos, e verdades que não conhecemos. Conclusões podemos tirar a qualquer momento, a que quisermos. Mas tudo seria diferente se ouvíssemos o que cada um tem a dizer, seria tão bom ouvir argumentos, saber entende-los, seria melhor ainda que as pessoas tivessem boas atitudes. Palavras não são pequenas, o significado e o jeito de dize-las é o principal. Já fui machucado, já persistí no erro, já insistí em perdoar o que não valia a pena, mas afinal, quem nunca errou pra aprender? Talvez não seja você que esteja sendo castigado, vc pode estar castigando.

4 comentários:

EFS*** disse...

Concordo inteiramente com você! quantos mistérios conseguiremos guardar em nossa essência? .... Eis a questão!

Grande abraço!

Gusta Fernandes disse...

Seu texto me deixou mais em duvida, realmente eu posso estar castigando ao invés de estar sendo castigado.

Sei bem como você se sente ao expor seus sentimentos, aflições, ideias e ideas aqui.
Faço o mesmo, e atualmente eu vejo que é a melhor forma de desabafo que eu consegui.
Praticamente uma terapia que vem me ajudando a me encontrar quando estou perdido, ou a me perder quando estou sóbrio demais.

Abraços!

Jay e Alê disse...

É meu amigo, eu sei bem o que vc quer dizer. Palavras... o modo como são ditas fazem fazem a diferença!
Espero que vc encontre em vc as respostas pra sua dor.
E pense bem, as vezes é a gente que está castigando...
E mesmo assim e acima de tudo, apesar da dor, sorria. Ainda assim vale a pena!
Um bju
Jay e Alê

pauloveras disse...

Escrever faz bem sim.
É terapeutico amigo.
Abrços e boa semana pra nós!