5 de mai de 2009

Já te contei?

Hoje começo a contar como cheguei aki:

No dia 17 de Março de 1988, minha mãe, Dona Rosa, começou a sentir uma dor FDP que fazia ela gritar sem parar, era eu, um cabeçudinho doido pra aparecer. (minha mãe por sinal num guentava mais me esperar nascer, nascí de quase 10 meses)

Enfim...ví a luz da sala de parto, a cara feia do médico sergipano e logo...o rosto angelical da minha mãe, não tão angelical assim, minha mãe usava óculos imensos! Como o tempo fez bem pra mamãe.

Mal sai Rondin do hospital, e voooolta de novo, nasceram umas bolas imensas no meu...no meu saco (constrangedor isso). E minha mãezinha, munida apenas de seus óculos gigantes, começa a procurar tratamento pro filhinho cabeçudo, e dah pra acreditar q nenhum médico sabia explicar o q era?! Só fui saber disso 19 anos depois...mas isso eh um papo pra depois.
Depois falo mais do Rondin neném.

acabei de lembrar da Pepê e Neném, sabe onde elas foram parar? Na boate GLS 1140, cantando sucessos da MPB toda quarta feira! SUUUUUCESSO!!!


Um comentário:

O Iluminado disse...

como vc lembra disso tudo? hauhauhauahuhauah