3 de abr de 2011

Hj, 3 de Abril

Nossa, estou de novo aqui, e tem muito tempo que não escrevo nada. Talvez fosse por eu não estar com muita coisa na cabeça ultimamente, talvez a minha preocupação pelo perfume perfeito, ou pelo corte de cabelo dos sonhos tenham feito, com que esta parte do meu cérebro, tenha parado de pensar em coisas interessantes além das luzes da noite do Rio de Janeiro.
Estou com DENGUE. Talvez tenha sido ela (a doença) que me tenha feito pensar um pouco mais, ou relembrar os pensamentos que sempre tive, e que andavam esquecidos pela simples preguiça de pensar. Confesso que em certos momentos me sentia futil ao vestir todas as minhas roupas pra saber qual camisa combinaria melhor com qualquer calça. Estava sempre disposto a sair pra arrasar, não que isso tenha mudado, mas eu só estava pensando nisso. Fazia tempo que não parava pra assistir filmes sozinho em casa, me lambuzando de leite condensado. Mesmo com o corpo abatido por estar doente, e tentando ao máximo relaxar no meu repouso, eu conseguí me divertir comigo mesmo, nesta semana que tirei férias forçadas do trabalho. Me peguei gargalhando de mim mesmo em diversos momentos, Eu me redescobrí. E essa redescoberta serviu pra mostrar outra vez que eu sou muito mais que isso. E que saídas espetáculares não precisam ser aproveitadas de segunda a segunda.
Ontem assistí a "Comer Rezar Amar". O filme é maravilhoso, minha cara, sabia que gostaria desde quando estreou no cinema, mas como andava esquecido de minha personalidade, estava na onda dos filmes 3D, embora muitos deles não tenham nada de interessante, como aquele "Besouro Verde".
Amanhã, volto ao trabalho, ou não. Ainda não sei como andam as coisas por lá, estou fora há uma semana, e dentro deste curto espaço de tempo, muita coisa pode ter acontecido.

Ah...esquecí de mencionar, que este mês eu fiz 23 anos.

Um beijo.

3 comentários:

Anastacio Santana disse...

Tudo que acontece na nossa vida é possível extrairmos algo de bom, até mesmo por uma doença. Acompanha comigo: Se voce nao tivesse ficado "doente", não teria ficado em casa e não teria tido a chance de nesse momento poder se auto-reconhecer, quanto às coisas lá fora, não pararam por voce, pra voce, continuaram andando e não tenha dúvida de que pessoas interessantes não tem fricote, voce não estará perdido.

Athila Goyaz disse...

Primeira vez você fica dengoso... realmente o mundo tem salvação.

pauloveras disse...

Querido, espero que voce ja tenha sarado da dengue e volte a escrever de novo. Pensar é sem duvida uma dos exercicios mais difíceis que precisamos fazer. Um abraço